Reeducação alimentar – 9 dicas para iniciar a sua!

Uma reeducação alimentar é o passo inicial para quem deseja melhorar sua saúde a longo prazo. De fato, a nutrição tem um papel fundamental na incidência de doenças.

Dessa forma, a reeducação alimentar é uma alteração nos hábitos alimentares com o objetivo de melhorar nossa qualidade de vida.

Para ajudar você a entender mais sobre como iniciar uma reeducação alimentar, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessada em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

9 dicas para iniciar a sua reeducação alimentar

Aprecie a diversidade

Permita variedade na sua seleção de alimentos. Quanto maior e mais colorida a seleção, melhor. Aqui, ajuda aplicar o princípio do semáforo às frutas e legumes: por exemplo, alface verde, banana amarela e tomate vermelho.

Cinco porções de frutas e vegetais por dia

Isso significa 2 porções de frutas e 3 porções de legumes. Uma porção é sempre um punhado.

É recomendado você pode comer mais com vegetais do que com frutas, porque os vegetais não afetam os níveis de açúcar no sangue.

Vale lembrar que, frutas e vegetais contêm as vitaminas, minerais e fibras que o corpo precisa.

Produtos de grão e batatas

Em uma reeducação alimentar, esses alimentos podem estar no menu todos os dias. Escolha principalmente cereais integrais, porque eles contêm muita fibra.

De fato, uma alta ingestão de fibras reduz os riscos de várias doenças nutricionais e é importante para uma digestão funcional.

Desfrute de produtos de origem animal com moderação

Você pode consumir leite e produtos lácteos diariamente. Isso porque, eles fornecem ao corpo proteínas e cálcio.

Além disso, você pode programar peixes uma ou duas vezes por semana. Ele fornece ácidos graxos valiosos, essenciais para o corpo.

Contudo, desfrute de carne, salsichas e ovos com moderação. É melhor comer carne branca do que carne vermelha, porque se suspeita que esta promova câncer de cólon, doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2.

Coma gorduras saudáveis

Gordura não é ruim por si só. Pelo contrário! O tipo de gordura é importante. Óleo de linhaça, óleo de colza, nozes, sementes e peixes do mar fornecem ácidos graxos ômega-3, os chamados ácidos graxos insaturados, que são particularmente importantes para o corpo.

Os ácidos graxos ômega-6 também são ácidos graxos insaturados e estão contidos, por exemplo, no óleo de girassol. No entanto, esses ácidos graxos podem ter um efeito inflamatório e, portanto, devem ser consumidos apenas com moderação.

Além disso, reduza também as gorduras saturadas de produtos de origem animal, como manteiga e gorduras endurecidas, como as margarinas. A gordura permite a absorção de vitaminas lipossolúveis, como E, D, K e A.

Beba muita água

Beba pelo menos 1,5 litros de líquido por dia. Em clima quente, você deve aumentar para 2 a 3 litros. Prefira água e chás sem açúcar. Evite refrigerantes e bebidas leves, pois contêm muito açúcar.

Coma produtos naturais, se possível

Pratos prontos geralmente contêm uma variedade de ingredientes desnecessários. Para escolher bons produtos, a lista de ingredientes deve ser o mais curta possível e a maioria dos ingredientes deve ser conhecida.

Açúcar e sal com moderação

Use açúcar ou alimentos que contenham açúcar o mais raramente possível, pois eles garantem um nível elevado de açúcar no sangue, que o corpo controla com insulina. Se a insulina é ativa no corpo, menos gordura pode ser decomposta e o peso pode aumentar a longo prazo.

Use ervas frescas ao invés de sal para temperar. Em geral, é usado muito sal nas comidas hoje em dia, o que pode ter um impacto negativo na pressão sanguínea.

Fome ou apetite?

Fortaleça a sua consciência corporal! Antes de cada refeição e lanche, pergunte-se se você está realmente com fome ou apenas quer comer.

Por trás do desejo de algo geralmente há um sinal de sede do corpo, que nem sempre podemos atribuir como tal. Se não é sede, mas um desejo por comida, muitas vezes desaparece por si só, se você esperar um momento. A propósito, você economiza calorias dessa maneira.

Além disso, coma de 3 em 3 horas. Caso contrário, o corpo tende a ingerir rapidamente quantidades grandes e muitas vezes com alto teor calórico, para que o cérebro seja rapidamente abastecido com nova energia.

Gostou de saber mais sobre como iniciar a sua reeducação alimentar? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Sobre o Autor

Joyce Macedo
Joyce Macedo

Redatora e especialista em conteúdos voltados para o emagrecimento saudável, já ajudou inúmeras pessoas a chegarem no corpo desejado através de dicas e indicações de dietas e produtos aliados da saúde e boa forma.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *